Quem Somos

Quem Somos

Fundado em 1817, na França, por São Marcelino Champagnat, o Instituto dos Irmãos Maristas promove a evangelização de crianças, adolescentes, jovens e adultos. Presente em mais de 80 países, a ação marista mantém escolas, universidades, unidades sociais, centros de evangelização, editoras, veículos de comunicação e hospitais. São aproximadamente 3.500 Irmãos que partilham suas tarefas de maneira direta com 72 mil Leigos, promovendo a missão nos cinco continentes, beneficiando mais de 654 mil crianças.

No Brasil, os primeiros Irmãos Maristas chegaram em 1897 dispostos a dar continuidade ao projeto de formar bons cristãos e virtuosos cidadãos. O Brasil Marista está presente em 23 estados e no Distrito Federal. São 98 cidades brasileiras, mais de 27 mil Irmãos, Leigas, Leigos e colaboradores, mais de 80 mil alunos distribuídos em unidades de educação básica, mais de 58 mil alunos em unidades de ensino superior, mais de 2 milhões atendimentos somente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e mais de 30 mil pessoas beneficiadas na solidariedade.

A evangelização é o núcleo da missão marista. A educação e assistência social contribuem para dar plenitude à vida de milhares de crianças e jovens, ajudando-os a conhecer e amar a Jesus Cristo e a serem protagonistas de uma sociedade melhor.
A atuação do Brasil Marista na educação é constituída por dezenas de colégios, universidades e faculdades presentes em todo o território nacional. São centros de aprendizagem, de vida e de evangelização. O maior resultado buscado pelas Unidades é o de formação de sujeitos críticos e de líderes atuantes na construção de um mundo mais justo e fraterno.
Promover a inclusão social por meio do resgate da cidadania, da autoestima, da dignidade e da justiça, mediante novos caminhos de educação e solidariedade. É por essa razão que o Instituto Marista mantém mais de 100 iniciativas em projetos e centros sociais que têm em comum o atendimento gratuito às pessoas e às comunidades em situação de vulnerabilidade social.
As artes e a cultura desempenham papel maior no desenvolvimento, alargando as fronteiras da educação, dos valores étnicos e da integração entre os povos, minorando conflitos, estimulando a coexistência global pacífica, a criatividade e a diversidade, gerando novas ideias, tecnologias e soluções para o ser humano. Os investimentos têm como foco a Comunicação Social e a Cultura. Os teatros, centros de convenções e eventos, museus, veículos de comunicação e editoras representam a oportunidade de trabalhar com um número substancial de pessoas e públicos diferenciados e, ainda, aproveitar a diversidade, viabilizando a ação cultural.
Para atender regiões carentes da ação evangelizadora e educacional, irmãos e leigos têm encontrado na prática missionária uma resposta aos desafios impostos pelas desigualdades, tanto no Brasil quanto em países de outros continentes. Além de enviar missionários para a região da Amazônia e África, para atender ao apelo fundacional do Instituto, o Conselho Geral deflagrou, em 2005, a Missão Ad Gentes, com foco nos países asiáticos. O projeto se propõe a enviar de 150 a 200 irmãos para ser presença na Igreja da Ásia, além de contemplar, também, a possibilidade de participação de leigos maristas.
A reflexão fundamental sobre a sustentação espiritual da obra marista é permanente no dia-a-dia de irmãos e leigos. Em outubro de 2007, iniciou-se o Ano da Espiritualidade Marista, de ajuda para aprofundar o ser marista. Só é possível caracterizar o marista se houver uma aceitação de valores da vida cristã e se existir um olhar especial sobre Nossa Senhora e Champagnat. O Marista valoriza o relacionamento sadio com as pessoas, o comportamento simples, modesto e humilde, o compromisso com os jovens e as crianças, o reconhecimento da presença de Deus nos sinais de pobreza, de sofrimento e nas alegrias das conquistas.