Adolescentes e jovens maristas discutem ODS

Adolescentes e jovens maristas discutem ODS

 

Adolescentes e jovens maristas de vários estados se reuniram hoje (08), no colégio Marista João Paulo II, em Brasília, para refletir e construir propostas em torno dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS.

O Encontro Interamericano de Adolescentes e Jovens reuniu participantes com idades entre 14 e 17 anos. O evento é um acontecimento internacional, os estudantes vieram de diversas regiões do Brasil, e no decorrer da programação, fizeram conexão com jovens maristas do México.

A dinâmica de conexão intercultural representa as diversidades territoriais, culturais e de gênero, com o propósito de intercambiar reflexões e propostas a partir das diferentes realidades, porém com o reconhecimento de elementos comuns vivenciados pelos adolescentes e jovens nos diversos territórios e contextos americanos.

A discussão foi qualificada pelo processo formativo e de trabalho em torno da Agenda 2030 que as instituições maristas das Américas desenvolvem desde o lançamento dos ODS no ano de 2015. As iniciativas em âmbito das Américas são fomentadas pela Fundação Marista de Solidariedade Internacional (FMSI) e pela Rede Coração Solidário e seus parceiros.

O objetivo do FMSI e da Rede Coração Solidário são de difundir os ODS, potencializar e intensificar a atuação Marista, especialmente, por meio da escuta qualificada de crianças, adolescentes e jovens, na perspectiva da promoção, defesa e garantia do direito à participação, bem como trabalhar com parcerias interinstitucionais, atuando em redes e coalizões estratégicas nacionais e internacionais.

ODS e Brasil Marista

O diretor do Colégio Marista João Paulo II, Marcos Scussel, deu as boas-vindas aos estudantes participantes do evento, estimulando-os a pensar no futuro e no bem comum. “Estar aqui discutindo os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável nos fortifica como maristas, como profissionais do futuro que vocês serão, aproveitem essa oportunidade e contagiem cada vez mais pessoas, precisamos dessa força para melhorar o mundo”, disse.

O primeiro momento contou com uma breve explicação da Lilian Juliana, participante do Grupo de Trabalho ODS FMSI, sobre os ODS, as ações e iniciativas que contribuirão com a implementação dos mesmos. Os jovens Samuel Ângelus Henrique Farias (PMBCN) e Ingrid Desirrée Oliveira da Silva (PMBSA) narraram suas participações no Coração Solidário, encontro que aconteceu no Chile, em junho de 2017 e ratificaram que a liderança e o protagonismo juvenil está em servir. “Os jovens não são só o futuro, são o presente, são nossas ações hoje que farão que em 2030 consigamos cumprir com os ODS”, frisou Samuel.

Dando continuidade às atividades os estudantes se reuniram em grupos variados para discutir os principais desafios dos ODS e as formas de atuar para contribuir com a efetivação da agenda, no âmbito pessoal, coletivo e das políticas públicas.

O debate foi enriquecido com a participação de adolescentes do CESAM que integraram o Comitê Consultivo do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescentes do Distrito Federal – CDCADF.

Para finalizar, os estudantes realizaram, por Skype, um intercâmbio com a síntese do dia com os adolescentes e jovens do México. No encontro foram priorizadas temáticas estratégicas transversais que abordam os direitos de crianças, adolescentes e jovens. Para o Ir. Ivonir Imperatori, assessor da área de missão e gestão da UMBRASIL, eventos como este são importantíssimos para o Brasil Marista. “Aqui, temos um grupo de estudantes muito comprometido com os ODS e essa é uma pauta que tem que ser discutida em todas as instâncias e em todos os colégios”, ponderou.

Estudantes mexicanos em interação por skype.

Amanhã, 9 de junho, os jovens maristas farão a conclusão das reflexões participativas e produzirão a Carta Compromisso que será enviada à instancias da sociedade civil e governamentais.

 

Para conhecer os 17 ODS e acompanhar os desdobramentos e o cumprimento destes Objetivos, clique aqui!